O chuveiro, um espaço de serenidade e meditação

 

 

O mindfulness é uma prática de meditação que traz serenidade e consciência às pessoas, e pouco a pouco estamos a ver como está a entrar no interiorismo.

 

Esta disciplina, que começou a tornar-se popular nos anos 70, influenciou a criação de espaços positivos e práticos, dando origem a um conceito conhecido como mindfulhome.

 

Com esta tendência, verá como se afasta gradualmente da precipitação, abraça o minimalismo e percebe que só precisa do essencial nesta vida. O slow design, com a sua capacidade de abstracção e análise, ajudar-nos-á a criar um lugar único na nossa casa, onde nos sentiremos melhor do que em qualquer outro lugar.

 

03 HP-210_FINAL

O interiorismo e mindfulness design

 

Tem havido eras ao longo da história do design de interiores (e não há muito tempo), que optaram pelo barroco e pela sumptuosidade para impressionar. Procura-se agora uma linha mais simples, onde a simplicidade nos ajude a viver em paz connosco mesmos e com o ambiente que nos rodeia.

Estes espaços encorajam a introspecção, tanto através de elementos arquitectónicos (ou a falta deles, com menos divisões) como de elementos decorativos. A casa é concebida como um todo, tirando partido da luz natural, suave e fraca, para encher a casa inteira de vida.

As cores da terra ou tons suaves são uma tendência obrigatória nesta tendência, tal como as texturas. Os materiais naturais desempenham aqui um papel fundamental, permitindo-nos conectar com o nosso eu interior. Outro aspecto perseguido por esta forma de decoração é escapar, pelo menos um pouco, ao tempo e à tecnologia.

O banho e o duche, um local de ligação

 

As restrições causadas pela pandemia COVID-19 significaram que, nos últimos dois anos, as pessoas têm procurado um pouco de bem-estar nas suas próprias casas. As casas de banho tornaram-se este espaço de bem-estar, dando um novo significado a este espaço e criando o derradeiro santuário dentro do lar.

Longe da azáfama da vida quotidiana, a casa de banho continua a ser um lugar de relaxamento e autocuidado, especialmente relevante neste novo mundo onde a saúde mental e o bem-estar geral são tão importantes. O conceito de casas de banho domésticas evoluiu, inspirado nos spas, para oferecer uma estética mais suave, mais caseira, com maior ênfase na preferência pessoal.

 

03 PERSONALIZACION_FINAL

 

Uma casa de banho relaxante e um espaço sensual que evoca devaneios. Embora existam várias opções para esquemas de cores.

 

Este novo conceito de casa de banho centra-se no essencial, com estruturas e mobiliário simples e minimalistas e decoração em que tudo o que é supérfluo é eliminado. Desta forma, o banho e o duche tornam-se um momento de ligação pessoal.

É curioso estudar os termos de pesquisa em Pinterest sobre este assunto, uma vez que mostram um interesse crescente em 'rituais de banho'. Como relata a revista Forbes, é uma resposta ao "excesso de stress que todos experimentam na vida quotidiana e que foi reforçado pela pandemia". Elementos que apoiam rituais, tais como bancos de duche, castiçais e nichos ou prateleiras para armazenamento, estão a encontrar o seu caminho para os espaços de duche, encorajando a criação de um momento contemplativo e meditativo.

 

"A saúde saiu do laboratório e foi para dentro de casa. É por isso que procura uma forma de se ligar às pessoas de uma forma mais íntima e amigável", Katie Klencheski, fundadora da empresa de consultoria SMAKK Studios.

 

O aspecto suave que está associado aos produtos de casa de banho nesta direcção de design expande-se para envolver completamente os espaços de uma forma integral. Os azulejos que cobrem paredes e pavimentos têm um aspecto forte, durável e polivalente. Destacam-se os azulejos de efeito resina e cimento; oferecem uma estética pulverulenta, táctil e suave.

Elementos que trazem eficiência e conectividade aos espaços de duche

 

Os tons naturais e os neutros matizados criam uma narrativa visual cromáticamente compacta. Isto dá à sala uma sensação de serenidade e relaxamento, como se fosse um pequeno spa em casa. Além disso, pode juntar acessórios decorativos como óleos essenciais e sabão perfumado para criar uma atmosfera calma. O esquema de cores deve ser calmante e relaxante. Escolha cores que se adaptem à sua personalidade. Uma cor azul clara ou castanha irá melhorar o ambiente. Pode tentar uma combinação de tinta branca e castanha para criar um ambiente aconchegante.

A incorporação de elementos naturais e acessórios é uma excelente forma de criar um espaço mais relaxante. Um duche e uma banheira separados são as melhores formas de conseguir um ambiente relaxante num espaço pequeno. Pode personalizar ambos, se quiser.

Nos próximos anos, veremos designers e decoradores a concentrar-se na aplicação de aspectos emocionais tanto a espaços como a produtos. Isto não só optimizará a relação com a saúde mental do consumidor, como também afetará positivamente o bem-estar das pessoas em todas as facetas das suas vidas.

Fornecer soluções inteligentes e 'invisíveis' é a chave para alcançar estes objetivos. Por exemplo, a tecnologia de resguardos de duche Ecliptek, que esconde ou mostra o que está por detrás dele, dependendo do momento, faz com que o utilizador se ligue ao seu espaço e tenha consciência de onde estão. Isto será a chave para tornar a casa um espaço eficiente, mas que também nos ajuda a desligar.

Nuevo llamado a la acción
Novas tendências em espaços de duche

INSCREVER-SE PARA O NOSSO BLOG

VEJA MAIS ENTRADAS

Acceso blog